Menino de 7 anos é internado em Cabo Frio com meningite

0

Menino de 7 anos é internado em Cabo Frio com meningite, criança é moradora de Casimiro de Abreu, estado do menino é estável.

Um menino de sete anos está internado com meningite na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Cabo Frio, na Região dos Lagos do Rio. A criança é moradora do bairro Rio Dourado, em Casimiro de Abreu, onde estuda. De acordo com a Prefeitura de Casimiro, o menino foi atendido na cidade na última terça-feira (8), com sintomas de gripe. Ele foi liberado sem nenhum sintoma que acusasse meningite. Apenas na sexta-feira (11), após apresentar dores de cabeça e vômito, ele chegou à UPA de São Cristovão, em Cabo Frio, unidade mais próxima de onde estava naquele momento.

Uma equipe da Saúde de Cabo Frio informou à Secretaria de Saúde de Casimiro de Abreu que o morador estaria internado na UPA e que o quadro se tratava de meningite. Segundo a direção médica da UPA, o estado de saúde do menino é estável, embora permaneça internado.

Pais de alunos da escola Escola Municipal Cristiane Siqueira Salles estão preocupados com os casos da doença na região. Segundo informações de um morador, apenas a sala em que o menino estudava foi higienizada, mas os pais pedem uma prevenção em toda a escola.

Em nota, a Prefeitura de Casimiro informou que, na manhã desta segunda-feira (14), uma equipe de profissionais da Secretaria Municipal de Saúde esteve na Escola Municipal Cristiane Siqueira Salles, onde o aluno estuda, e administrou medicamentos profiláticos para os estudantes, conforme rege o Protocolo da Secretaria Estadual de Saúde.

“Os pais ainda foram orientados sobre as medidas preventivas contra a doença, como lavagem das mãos, ambientes arejados e sintomas da doença. Foi relatado ainda que, ao contrário do que todo mundo pensa, a meningite não é transmitida com tanta facilidade. É necessário um contato prolongado para o contágio, superior a seis horas. Contatos ocasionais, como apenas um cumprimento, uma rápida conversa ou dividir o mesmo ambiente por pouco tempo oferecem pouco risco. Todas as unidades escolares são higienizadas periodicamente em todo o município. A Prefeitura informa que não há motivo para pânico e que nesta época do ano, é comum o surgimento de doenças ocasionadas pelas vias respiratórias por conta da maior frequência de pessoas em ambientes confinados”, informou a prefeitura.

Share.

About Author

Comments are closed.